I.A 295 HORTALICAS NAO CONVENCIONAIS FOLHOSAS

Mais Imagens

I.A 295 HORTALICAS NAO CONVENCIONAIS FOLHOSAS
R$12,00

Disponível: Disponível

Editora: Epamig
Editores: Izabel Cristina dos Santos e Marinalva Woods Pedrosa
Ano: 2016 - nº295
Pag: 104
Acabamento: Brochura
Formato: 21x32cm
ISSN: 100-3364
Descrição

Detalhes

Os meios de comunicação, atualmente, têm dado grande destaque às plantas alimentícias não convencionais (PANC), como se o tema fosse uma novidade. Entretanto, várias instituições e pesquisadores brasileiros já estão envolvidos no resgate, na identificação, no estudo e na divulgação dessas plantas em todo o País. Dentre as PANC encontra-se um grupo mais específico, o das hortaliças não convencionais (HNC), que têm sido valorizadas como alimentos alternativos e exóticos, mas que a pesquisa tem comprovado ser também alimentos nutritivos e funcionais. A correta identificação das HNC e o modo exato de preparo são de fundamental importância para a segurança do consumidor final, pois algumas HNC são tóxicas se consumidas cruas, ou podem ser confundidas com plantas que não são comestíveis. O trabalho de resgate das HNC, em Minas Gerais, é desenvolvido por intermédio da parceria entre instituições e, principalmente, produtores rurais, que, além de conservarem e multiplicarem, divulgam as HNC, por meio da venda diretamente nas áreas de produção ou em feiras e mercados municipais. As HNC são plantas rústicas, de fácil cultivo e no geral não são severamente atacadas por pragas e doenças. Como não há uma cadeia produtiva estabelecida e, por isso, não há um pacote tecnológico, a produção tem sido feita com sucesso em sistemas agroecológicos. Pelo grande número de espécies de HNC em estudo e em multiplicação, optou-se pela inclusão, nesta publicação, apenas das espécies que produzem folhas e flores comestíveis. Quatorze espécies de HNC folhosas mais comuns em Minas Gerais são descritas, bem como os sistemas de produção. É feita a descrição das pragas registradas nos Bancos de Pesquisa da EPAMIG, com caracterização dos danos e discussão do manejo adequado. Esta edição do Informe Agropecuário visa contribuir para fomentar o cultivo e a comercialização das HNC, e incentivar o consumo pela população.
Comentários