I.A 296 CULTIVO E UTILIZACAO DA PALMA FORRAGEIRA

Mais Imagens

I.A 296 CULTIVO E UTILIZACAO DA PALMA FORRAGEIRA
R$15,00

Disponível: Disponível

Informe Agropecuário 296 - v. 38, 2017
Páginas: 124
ISSN: 0100-3364
EPAMIG
Descrição

Detalhes

A palma forrageira foi introduzida no Brasil como espécie frutífera e, mais tarde, como hospedeira na criação da cochonilha produtora do corante carmim. Planta adaptada às condições de baixa precipitação, como o Semiárido brasileiro, é considerada forragem estratégica para manutenção dos rebanhos em períodos de estiagem prolongada, e faz parte da paisagem da Região Nordeste. Antes considerada como rústica e com pouca disponibilidade e emprego de tecnologias, a cultura experimenta uma intensificação de estudos para geração de alternativas tecnológicas capazes de assegurar maior produtividade de matéria seca e melhor qualidade da forragem produzida, aumentando a segurança e a sustentabilidade da atividade, consequentemente, a convivência e a sobrevivência de animais e pessoas no Semiárido brasileiro. É necessária a continuação dos trabalhos na geração e na divulgação de informações referentes a cultivares, técnicas de cultivo e formas de uso, respaldadas por resultados de pesquisas, que, se adotadas e executadas, promoverão melhorias na conservação do solo, na longevidade e na resiliência do cultivo, na elevação dos índices produtivos, na melhoria da qualidade da forragem produzida, na redução dos custos de produção. Isso pode resultar no sucesso da atividade, na segurança ambiental, produtiva, alimentar e econômica de milhares de famílias. Nesta edição do Informe Agropecuário estão disponíveis informações sobre tecnologias adequadas de cultivo da palma forrageira, com alto rendimento e qualidade da forragem, levando em consideração índices técnicos, para que a atividade tenha sustentabilidade. São apresentadas, também, formas de uso da palma forrageira na alimentação tanto de bovinos quanto de humanos. Este trabalho foi possível pela parceria entre EPAMIG e outras instituições, em especial o Instituto Federal Baiano e a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Outras importantes parcerias têm sido firmadas visando continuar e ampliar as ações de enfrentamento e de convivência com a seca, utilizando a palma forrageira como uma das principais ferramentas.
Comentários

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.