SERIE DOC 62- ORDENAMENTO E MONITORAMENTO DE ARAS AQUICOLAS DO RESERVATORIO DE FURNAS

Mais Imagens

SERIE DOC 62- ORDENAMENTO E MONITORAMENTO DE ARAS AQUICOLAS DO RESERVATORIO DE FURNAS
R$5,00

Disponível: Disponível

Título: Série documentos 62 - Ordenamento e monitoramento de áreas aquícolas
Editora: Epamig
Ano: 2013
Páginas: 159
Tamanho: 15 x 22 cm
Descrição

Detalhes

Durante décadas, a produção de pescado no Brasil deve-se, sobretudo, à pesca extrativa, com predomínio de peixes oriundos de águas marinhas. A diminuição dos estoques naturais, decorrente da sobrepesca ou da deterioração dos ambientes aquáticos, criou as condições para o incremento da piscicultura, ensejando o aproveitamento de águas interiores. Minas Gerais possui condições para se tornar grande produtor de peixes, pela importância de seus recursos hídricos, já que é berço de várias bacias hidrográficas. O Estado conta com grandes volumes de águas represadas em reservatórios de Usinas Hidrelétricas, cujo potencial para o cultivo de peixes deve ser aproveitado. Para a consecução desse objetivo, são necessários estudos e avaliações dessas potencialidades, em observância a condições ambientais, sociais e econômicas de reservatórios e entorno. O lançamento recente do Plano de Safra da Pesca e Aquicultura 2012-2014, com grande volume de recursos a ser investido, vem ao encontro dessa vocação de Minas Gerais para a produção aquícola. Nesta Série Documentos sobre Ordenamento e Monitoramento de Áreas Aquícolas do Reservatório de Furnas, são apresentados estudos e resultados de análises de águas em regiões com maior concentração de pisciculturas, bem como questões ligadas à produção de peixes em tanques-rede e suas potencialidades. Este estudo é parte do Projeto Ordenamento da Implantação e Desenvolvimento da Piscicultura Intensiva nos Reservatórios de Três Marias, Furnas e Nova Ponte, para aproveitamento da potencialidade dos reservatórios em Minas Gerais.
Comentários